terça-feira, 30 de maio de 2017

Companhia Megaroc vem se destacando no cenário cultural da Zona Oeste

Com atividades sociais e teatrais voltadas para moradores de Padre Miguel, Realengo, Bangu e proximidades, a Cia. tem como objetivo principal agregar valores artísticos e humanos para jovens ao qual tenham pouco acesso a arte: teatro, dança, música e outros
Ator e diretor da Cia. Rudson Martins em atuação com alunos de teatro/ Foto Cia

Hoje a Megaroc conta com cerca de 40 jovens sendo direcionados para executarem espetáculos artísticos por diversos locais na Zona Oeste, por exemplo.

Assim foi no Projeto Programão Carioca em setembro de 2016, após convite da Rede Globo de Televisão, o grupo ministrou uma oficina de teatro experimental para todos os presentes na edição de Bangu.

Equipe de atores estiveram presente no Programão Carioca que foi realizado em Bangu/ Foto Cia
Atores da Megaroc fazem apresentações para o público/ Foto Cia

Em outubro de 2016, no Espaço Arlindo Cruz, onde nasceu a Companhia de Teatro Megaroc, houve a estreia do primeiro espetáculo que foi uma adaptação de “Dom Casmurro”, com a direção de Rudson Martins.

Foram duas apresentações com casa cheia. Após isso, mais uma apresentação na Areninha Carioca Hermeto Pascoal em Bangu e outras duas no Espaço dos Arteiros, na Cidade de Deus. Ambas obtiveram um público surpreendente.
Apresentação da adaptação Dom Casmurro no Espaço Arlindo Cruz/ Foto Cia

A Areninha Carioca Hermeto Pascoal em Bangu também recebeu o espetáculo/ Cia
No Espaço Os Arteiros na Cidade de Deus/ Cia


Ainda não conhece o diretor Rudson Martins da Cia. Megaroc? Veja um pouco de sua trajetória:


Nascido na Zona Oeste do Rio de Janeiro, em 14 de agosto de 1991, Rudson Martins dedicou-se às artes desde jovem. Sempre apoiado pelo seu pai, Romildo Cardoso, um grande percursionista. Rudson teve seus dotes artísticos bastante influenciados pelo seu pai. Iniciou sua carreira em 2004 e desde então fez espetáculos musicais e filmes. Em 2016 fundou a Companhia de Teatro Megaroc, e hoje tem sua primeira experiência como diretor, tendo êxito em seus projetos com a Cia.

Rudson Martins diretor deste grande projeto cultural realizado na Zona Oeste do Rio de Janeiro/ Reprodução facebook

Vamos conhecer as atividades feitas pela Companhia Teatral Megaroc:

CIRCUITO DE TROCA

Em julho de 2016 se iniciou o projeto Circuito de Troca, onde são convidadas pessoas de diversas áreas artísticas que possam trocar experiências profissionais com os integrantes da Cia. Desta forma, os qualificando para trabalhos futuros como atores.

No primeiro circuito foi realizada uma roda de conversa sobre o feminismo. Feministas da Zona Oeste estiveram presentes abordando o tema.



OFICINA DE SEXTA

Devido a uma grande procura de novos atores em participar das aulas, foi criada a Oficina de Sexta, local que jovens adultos podem ter sua primeira experiência com o teatro e, posteriormente, ter a oportunidade de ingressar na Companhia.



MEGAROC KIDS

Além disso, há uma oficina infantil. Atualmente conta com 20 crianças com idades entre 6 e 14 anos.



Agora que já conhecemos mais detalhadamente a Cia. Megaroc situada no Espaço Cultural Arlindo Cruz, em Realengo, vamos mostrar o próximo projeto do grupo, e desta vez , melhor ainda, um projeto autoral está sendo criado.

RETALHOS DE UMA FAVELA está previsto para setembro de 2017. Temos uma matéria no Portal que explica este projeto mais a fundo, e também outros eventos realizados.


Postagem Anterior
Proxima Postagens

Postado Por:




Arquivo do portal