segunda-feira, 15 de maio de 2017

Espaço Cultural Arlindo Cruz promove atividades culturais gratuitas em Realengo

O espaço disponibiliza para moradores e visitantes de Realengo e adjacências diversas opções de entretenimento: música, dança, arte, atividades culturais e oficinas gratuitas
Entrada do Espaço Arlindo Cruz em Realengo. Foto: Daniel Valle
Inaugurado no dia 3 de maio de 2014, em substituição ao antigo centro cultural da região, demolido em 2011, o Espaço Cultural Arlindo Cruz que fica localizado ao lado do bicicletário da estação de trens de Realengo leva cultura para a população da Zona Oeste. As atividades do projeto, dirigido e idealizado pela ONG Subúrbio Carioca em parceria com a Prefeitura do Rio, refletem em áreas diversas.

Para Ângela Cristina que é funcionária do Espaço e participa ativamente do dia a dia das oficinas, o mesmo tem grande importância para o desenvolvimento cultural e pessoal dos jovens e adultos da região. — Muitos jovens após chegarem da escola ficam em casa sem nada para fazer, então, aqui, eles conseguem agregar cultura as suas horas livres. A gente está sempre incentivando — disse.

Palco principal onde são realizados os eventos. Foto: Douglas Ferregui
O Espaço é muito elogiado pelos moradores da Zona Oeste. Segundo a professora Juliana Oliveira (28) que é moradora do bairro e frequentadora assídua de centros culturais, é necessário valorizar o potencial criativo dos adolescentes da região mais populosa do Rio de Janeiro, e os centros culturais exercem um papel fundamental. — Eu como professora de colégio público, percebo que existem muitos rapazes e moças extremamente inteligentes e criativos nas Comunidades de Realengo, Bangu, Padre Miguel, Campo Grande e redondezas, tudo o que eles precisam é de uma oportunidade para demonstrarem o seu potencial. As oficinas e os cursos gratuitos que são oferecidos nos centros culturais são grandes oportunidades — relata

— O Espaço Cultural Arlindo Cruz foi criado para ser um equipamento de acesso à cultura, gerando novas possibilidades aos jovens de Realengo e adjacências — complementa Sérgio Abrahão, diretor da ONG Subúrbio Carioca.

Logo na entrada do Espaço há uma homenagem para o cantor e compositor Arlindo Cruz.
 Foto: Daniel Valle
Logo na entrada do local há uma homenagem em forma de grafite para o sambista Arlindo Cruz. A prefeitura fez essa homenagem ao Arlindo porque ele é o cantor que tem mais a cara do subúrbio e, além disso, tem uma história muito bonita de vida na Zona Oeste. 

O espaço possui dois depósitos para equipamentos, paredes com isolamento acústico, hall de espera, bilheteria e dois camarins com banheiros. Além disso, há acessibilidade adequada para cadeirantes e deficientes.

As oficinas de teatro, cavaco, violão, danças e esportes são totalmente gratuitas, não há inscrições online, basta se dirigir ao local e realizar a matrícula munido de duas fotos 3x4, identidade e comprovante de residência (cópias).
O mesmo fica situado embaixo do viaduto de Realengo, ao lado do bicicletário da estação do bairro.
Foto: Daniel Valle

Postagem Anterior
Proxima Postagens

Postado Por:

0 comentários:

Deixe aqui o seu comentário.




Arquivo do portal