terça-feira, 10 de outubro de 2017

Campo Grande vai ganhar Parque inspirado no de Madureira

Nesta terça (10), o prefeito Marcelo Crivella, durante a posse de Jorge Felippe Neto, novo secretário Municipal de Conservação e Meio Ambiente (Seconserma), anunciou a criação do Parque Campo Grande perto da Avenida Brasil, nas margens do rio Campinho, contando com 122 mil metros quadrados de área verde. A proposta inicial do projeto é fazer um Parque similar ao de Madureira em sua infra-estrutura.
Foto: Reprodução
— Isso aqui é um sonho da Zona Oeste. É tipo um Parque de Madureira aqui em Campo Grande. Está chegando o verão, e além de preservar a natureza, vamos ter espaço para lazer, espaço para as pessoas tomarem banho, brincarem, fazerem piquenique. Um lugar bem vigiado para fazerem shows. Vai ser uma área de confraternização enorme, mais de 120 mil metros quadrados - adiantou Crivella. 

Com este projeto pronto, a Seconserma vai iniciar os trabalhos referentes aos detalhes e aprovação de licenças. Assim, começarão as fases de licenciamento, orçamento, licitação e contratação.

No local vai ter palco para street dance, skate park, ciclovia, antiteatro, quadra de basquete de rua, espaço cultural, área de lazer para crianças e mais.

Também é previsto no projeto um espaço para quiosques, uma reserva ambiental com 22 mil metros quadrados e quase 500 vagas de estacionamento.

O novo secretário falou que a construção do Parque Campo Grande será o grande desafio de sua gestão à frente da Seconserma. Jorge Felippe Neto revelou ainda outras prioridades de sua pasta.

- Estou confiante para comandar uma secretaria que lida com o cotidiano da população dessa cidade. O Parque Campo Grande é um desafio enorme, mas teremos outras prioridades, como a atualização do Plano Verão. Queremos minimizar os transtornos causados pelas chuvas naquela época do ano. Ao mesmo tempo, temos que avançar na fiscalização ambiental, o efetivo foi muito reduzido a partir de 2013. Então, a gente precisa colocar uma propulsão nisso.

Jorge Felippe Neto estima que, em três meses, já tenha resolvido todo o processo burocrático para que as obras possam ser iniciadas. A previsão da Seconserma é entregar o primeiro trecho do parque no fim de 2019 ou início de 2020.

Postagem Anterior
Proxima Postagens

Postado Por:

0 comentários:

Deixe aqui o seu comentário.




Arquivo do portal