segunda-feira, 16 de abril de 2018

Entrevista com o músico Jon Sandes

O cantor Jon Sandes, morador de Realengo, que lançou o seu segundo disco chamado "Outono ao Verão", no dia 12 de março, concede entrevista ao Repórter Daniel Valle do portal Zona Oeste Tudo de Bom. Conheça um pouco mais deste talento:
Jon em gravação do novo disco
Há quanto tempo você está na estrada, nos conte um pouco sobre você, da sua trajetória e das dificuldades que encontrou no caminho?

Então, eu ganhei meu primeiro violão aos 12 anos e paralelamente comecei meus primeiros passos na música. Durante a minha adolescência tive algumas bandas, aonde já ali, pude ter certeza de que eu queria viver da arte. Apesar, de bem novo já ter essa certeza, apenas com 21 anos (em 2015) eu me lancei  por completo e de forma profissional  na carreira artística, lançando meu primeiro disco, intitulado,  "Primeiro Passo". Agora em 2018, lancei meu segundo disco, intitulado, "Outono ao Verão". Nesse meio tempo entre o primeiro e o segundo disco, iniciei e venho realizando trabalhos como Ator, o que era algo que eu já vinha planejando a alguns anos. Em relação as dificuldades, tudo depende de como cada indivíduo lida. Eu acredito que se você ama e acredita no que faz, as dificuldades são meros detalhes. A paixão e a verdade do ofício, vence qualquer obstáculo.

No seu ponto de vista, o que falta no Brasil para que o artista possa realmente viver do seu trabalho?

O Artista ainda sofre um pouco de preconceito em relação a profissão e isso em algumas situações, acaba desvalorizando o trabalho do Artista. Ainda existem pessoas que falam: "Legal que você é cantor/ator (entre outras profissões artísticas). Mas o que você realmente faz da vida?". Claro que hoje esse tipo de argumento vem diminuindo bastante, mas o Artista precisa ser mais respeitado e valorizado como profissão.


Quem ajuda/ajudou você na sua carreira? Tem equipe ou agência para administrar sua carreira musical?

Graças a Deus eu tive o prazer de receber o apoio da minha família quando tomei a decisão de viver da arte. Para mim, como artista independente, foi fundamental esse apoio deles. Meu irmão é meu empresário e me ajuda na administração da minha carreira, na criação de projetos e planejamentos de curto, médio e longo prazo.

O que você toca, há um estilo musical específico ou é mais abrangente, abordando diversos gêneros?

Me considero um artista versátil. Não faço distinções de gênero musical que eu gosto, ou que não. Isso acaba refletindo nas minhas composições tanto nas letras quanto nas melodias. Nos meus shows tem de tudo um pouco, pop, MPB, rock e por aí vai.


Fale sobre o seu novo disco "Outono ao Verão"?

O novo disco, intulado, "Outono ao Verão", foi lançado dia 12 de março em todas as plataformas de streamings e também no YouTube. O disco possui 7 faixas (todas autorais), aonde eu busquei mostrar justamente, um pouco da minha versatilidade, misturando as minhas influências e criando a minha identidade. O primeiro single será a faixa "Volta ao Começo", que ganhará um videoclipe em breve.

E quais são os seus próximos shows e projetos? 

No momento estamos em estúdio produzindo o meu novo show para a turnê do novo disco. Mas no dia 21 de abril, abrimos uma exceção, e aceitamos o convite para participar do Festival AUÊ, que vai rolar na Praça dos Gaviões, em Itaipuaçu. O show começará por volta do fim da tarde e a entrada será gratis, além de rolar diversas atrações durante todo o Festival.

Siga e curta as mídias sociais do cantor:

Facebook

Instagram

Twitter

Postagem Anterior
Proxima Postagens

Postado Por:

0 comentários:

Deixe aqui o seu comentário.




Arquivo do portal