domingo, 15 de abril de 2018

Homenagem as vitimas da Escola Tasso da Silveira


Sete anos depois da tragédia que assombrou o País, as vítimas ainda contam suas histórias de superação, dor e revolta.

Nesta data o Conselho Comunitário de Segurança Comunitário, da 14ª Área Integrada de Segurança Pública - CCS AISP14, representado por seu Secretário, Sales Morenno e seu Diretor Social e de Assuntos Comunitários, Carlos Roberto, esteve prestigiando a homenagem a memória das vítimas da Escola Tasso da Silveira. Os disparos parecem ainda ecoar em Realengo, bairro da zona oeste do Rio de Janeiro, cenário de uma tragédia que horrorizou o Brasil. Em 7 de abril de 2011. A atividade foi organizada pela Associação Anjos de Realengo, presidida pela Srª Adriana Silveira, mãe de Luiza Paula, vitimada fatalmente na chacina.


A Associação Anjos de Realengo, foi criada para enfrentar o luto e para que as famílias envolvidas na tragédia possam se ajudarem mutuamente. A instituição carrega bandeiras como a conscientização dos profissionais de educação para identificar alvos de bullying, e combate a violência nas escolas. O objetivo da luta é evitar a formação de outros jovens que, assim como Wellington, resolvam vingar os assédios morais com um ato tão violento.


A atividade contou com o apoio de diversos órgãos públicos, instituições e organizações da sociedade civil de nossa região.


Esteve presente ao evento o Desembargador Siro Darlan, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e membro da Associação Juízes para a Democracia.

Postagem Anterior
Proxima Postagens

Postado Por:

0 comentários:

Deixe aqui o seu comentário.




Arquivo do portal